Pensador

A criação deste blogue é determinada pela tentativa de dar uma roupagem inovadora à criação poética. Demonstrando e divulgando que todos os assuntos e temas podem ser analisados pela visão poética.

sexta-feira, novembro 03, 2006

Sensação



Levanto-me e abro o parapeito da janela
tudo em meu redor é suave e melodioso
a cidade pouco a pouco ganha o seu ar buliçoso
chegou a hora do cozinheiro preocupar-se com a panela.

Em cima da mesa encontra-se o jornal
as notícias despertam a minha curiosidade
continuo sem saber o porquê da crescente imoralidade
tenho a certeza que o público anseia o factual.

O jornalista preocupa-se com a publicidade
a escrita simula por vezes a verdade
o que mais importa é comunicar a arte
porque o leitor contenta-se com um pouco de felicidade.

Leio novamente o jornal e respiro a aragem
sensacionalismo, banalidades e trivialidades
constituem páginas sem fim como vãs futilidades
enquanto valorizo a natureza e a pureza da paisagem.

Sorrimos, brindamos e brincamos
memórias, histórias, relembram os velhos tempos
saudades, piadas, charadas e belos passatempos
são elementos humanos que amamos e adoramos.

Tristezas, conflitos e tensões
pouco importa ou vale
não passam de um casual desafio cobarde
para darem lugar a boas e más acções.

A idade avança na sua pujança
qual cavalgada ou puro galope
iluminando o ser e mostrando o norte
sendo a maturidade sínónimo de confiança e esperança.

Diz o povo que quem não sente
não é filho de boa gente
aqui dou inteira razão à sua mente
porque afinal no coração o ser é inteligente.

Finalmente paro e escuto
penso e repenso nos meus ideais
concluo que todos os dons são materiais
que nascem sem qualquer preço nem custo

2 Comments:

  • At sábado, 04 novembro, 2006, Anonymous Jofre Alves said…

    Faço a ronda, não por imperativos menos concebíveis, mas porque este blogue é duma estética irrepreensível, comprometido com a beleza da vida, a merecer mais e constantes visitas, porque aqui respira-se serenidade, e sinto-me, dum modo agradável, satisfeito, porque a excelência não tem preço, simplesmente, apreço. Bom fim-de-semana.

     
  • At sábado, 11 novembro, 2006, Blogger Menina_marota said…

    "...Sorrimos, brindamos e brincamos
    memórias, histórias, relembram os velhos tempos
    saudades, piadas, charadas e belos passatempos
    são elementos humanos que amamos e adoramos."

    ... como concordo!!

    Bj ;)

     

Enviar um comentário

<< Home