Pensador

A criação deste blogue é determinada pela tentativa de dar uma roupagem inovadora à criação poética. Demonstrando e divulgando que todos os assuntos e temas podem ser analisados pela visão poética.

quinta-feira, maio 24, 2007

Alienação


Por vezes andamos qual autómatos
indiferentes ao filme que se desenrola
evitando sermos arrastados pela onda fora
porque a travessia da via causa obstáculos.

Existe tanta e tanta insensibilidade
que até ao próprio coração farta
animando-se o povo com falta de lata
já que tudo gira em torno da habilidade.

Verifiquemos os Jogos como reais tentações
originam no comum dos mortais diferentes alienações
é o desejo de vencer ou ganhar tostões ou milhões
qual anestesia que nos vence, convence e saca biliões.

Os diferentes ministérios preocupam-se pela riqueza
tentando que tudo decorra mediante uma certa subtileza
e a classe popular, anestesiada em geral receia a pobreza
tal quadro de tela de Vida que tritura a miudeza.

Perante isto é necessário estar devidamente atento
pois para aquele que trabalha tudo amargura
cansado, extenuado, sente na pele quanto a Vida custa e dura
atenção … muito cuidado a fim de evitar o desalento.

A Vida a todo o Mundo realmente custa
e nem sempre se está preparado para o desvario
as casas de Jogo originam a falta de sorte e alarido
exige-se respeito perante o suor da testa.

Se o prémio for vencido
deve-se guardar habilmente o ganho
preferencialmente evitar o labirinto e o atalho
já que o que é nosso tem de ser garantido.

Resfriando emoções e tentações
a classe popular merece apoio e carinho
é injusto que o Povo continue eternamente cordeirinho
culturalmente triunfam seus amores e rocambolescas paixões.

Finalizando a prevenção é o melhor remédio
as tentações produzem incandescente chama
levando a Vida com prazer, alegria e real alma
respira-se luminosidade, animosidade abençoando o prémio.

2 Comments:

Enviar um comentário

<< Home